We are Online Market of organic fruits, vegetables, juices and dried fruits. Visit site for a complete list of exclusive we are stocking.

Usefull links

Contact us

Blog

Uma simples questão de diluição

Julian Barnard explica por que não há diferenças entre o floral de estoque e o de tratamento.

O assunto é recorrente no segmento da terapia floral. Há quem diga que existe distinção entre os florais de estoque e o de tratamento e há quem diga o contrário. Nesta entrevista, Julian Barnard, um dos principais estudiosos e pesquisadores da obra do Dr. Bach e produtor das essências florais do médico inglês, fala sobre o assunto, desmistifica essa questão e indica os registros de Bach onde ele deixa claro a não existência de algum tipo de diferença. “Visto que os florais precisam ser compreendidos em termos de qualidade e não de quantidade”, explica Barnard.

 

Por Keila Bis

 

O que é o floral estoque e o que é o floral de tratamento?

A diferença é uma questão de diluição. No frasco de estoque, nós temos duas gotas da tintura mãe em 30 ml em conhaque, o que é o equivalente a 1:400. No frasco de tratamento, nós colocamos duas gotas do estoque em um frasco de 30 ml, preenchido com água e conservante. Esta será uma dosagem para uso prolongado.

 

Então não existem diferenças?

É só uma questão de diluição da preparação da essência original.
Além disto, há também uma diferença em relação à diluição do conservante.
Na Healingherbs, utilizamos como conservante o conhaque orgânico francês, que possui teor alcoólico de 40%* (os florais de Bach Healingherbs são preparados seguindo rigorosamente as instruções deixadas pelo Dr. Bach. Em seus escritos, o Dr. Bach indicou o brandy (conhaque) como conservante a ser utilizado no preparo da essência mãe e do estoque. É por isto que os florais de Bach Healingherbs são preparados com conhaque, uma bebida que possui graduação alcoólica de 40 a 60% e o que possibilita que a validade destas essências seja de dez anos).
No frasco de tratamento de 30 ml, o conservante pode ser mais diluído. Normalmente, coloca-se 10 ml de conhaque (ou outro conservante) e completa-se com água mineral. Neste caso, a validade é de três meses.

 

Muitas pessoas pensam que o floral estoque é mais forte. O que você tem a dizer sobre isso?

Tudo depende sobre como você entende a expressão “mais forte”, como se houvesse alguma coisa que pudesse ser medido em termos de quantidade. Se eu sou mais forte, talvez eu possa levantar mais peso. Se você é mais forte, isso pode significar que você pode se exercitar por mais tempo. Mas esses termos não se aplicam aos florais de Bach. A razão para isso é que eles contêm mais qualidade do que quantidade. Qualidade não pode ser objetivamente medida.

 

O que faz as pessoas terem essa percepção de que o estoque pode proporcionar melhores resultados do que o floral de tratamento?

Você teria que perguntar a eles e não a mim porque eu não acredito nisso J. Mas, em geral, eu posso dizer que nosso pensamento é condicionado pelo pensamento quantitativo: toda dosagem em medicina é estreitamente medida, nós pagamos mais por maiores quantidades. Até mesmo o Dr. Bach teve que explicar aos seus contemporâneos quando ele escreveu sobre isso (veja na imagem abaixo).

“5. O que acontece se eu não tomar as doses regularmente? E se eu me esquecer de tomá-las?
É um ótimo sinal. Não devemos comer a menos que tenhamos fome e o corpo peça comida. Não precisamos de remédios a menos que estejamos doentes; então, quando esquecemos de tomá-los, podemos estar certos de que a necessidade passou.
6. Como é possível que só uma ou duas gotas funcionem? Parece tão pouco.
Assim como a mordida de um pequeno inseto, como um mosquito, pode trazer tantos prejuízos, uma gota de remédio de uma planta benéfica pode trazer muitos benefícios; assim como uma gota de corante carmim pode colorir um frasco de água de 120 ml, uma gota de remédio também pode potencializar vários mililitros de um fluido.
7. O que acontece se eu misturar dois ou três remédios no mesmo frasco?
Isto costuma ser necessário, já que diversos estados podem predominar, como medo, fraqueza e inquietação. (Mimulus, Centaury, Agrimony).”

 

Perde-se algo em termos de qualidade do floral na preparação do frasco de tratamento?

Nós somente perdemos alguma coisa se nós pensarmos em termos de quantidade e não de qualidade. As essências não contêm produtos químicos, mas informação. Há um limite para o nível de diluição que pode ser usado, mas se a informação está clara e sem interferências, então nada será perdido. Isso pode ser lido no livro Os Florais de Bach e os Padrões Inscritos na Água.

E o que você chama de informação e interferência?

A informação é tudo o que podemos ler, ouvir, ver, entender sobre o significado e a individualidade em determinado momento. É tudo o que percebemos e sentimos. No que diz respeito à essência mãe, esta é a experiência da água na vasilha com as flores e a luz do sol. É como uma mensagem daquele momento no tempo, naquele lugar e com aquelas flores.

Interferência é tudo o que confunde ou distorce a experiência daquele momento. Pode ser elétrica (pela qual quero dizer qualquer coisa que esteja no amplo espectro da radiação eletromagnética), ou as nuvens que podem esconder o sol durante o preparo da essência mãe ou mesmo a interferência que vem de emoções negativas, perturbações causadas pelo som ou talvez pela violência. Não podemos fornecer facilmente evidências científicas (mensuráveis) de que quantidade de interferência afetará a qualidade da diluição. As duas coisas não combinam (isso é qualidade e quantidade). Então, é como dizer: até onde podemos diluí-la e em que circunstâncias?

 

Na hora de comprar um floral o que é o mais importante ter em mente?

Tudo é importante na jornada, desde as flores usadas no início do processo de preparação até as circunstâncias do lugar e o momento quando você compra. Somos todos elos nesta cadeia de eventos. Nada pode melhorar a qualidade do preparo da essência mãe, pois este processo envolve diferentes questões: a água, o lugar, quem faz, a luz do sol. Mas o cuidado deve estar presente em toda a jornada, desde o início do preparo até o processo de produção, do engarrafamento e manipulação do produto onde quer que você vá comprar.

 

O Dr. Bach falou algo sobre este assunto?

Dr. Bach deixou claras instruções sobre como fazer as essências mães em seu livro Os Doze Curadores e Outros Remédios, em 1936. Nora Weeks, que o acompanhou em suas descobertas, escreveu um livro sobre o assunto, em 1964, chamado Bach Flower Remedies Illustration and Preparation. Todos os fatos estão lá para qualquer um ler (veja na imagem abaixo).

 

“FRASCO DE ESTOQUE

O frasco de estoque é o segundo estágio na preparação dos florais de Bach e é a partir dele que o frasco de tratamento é preparado.Para preparar o frasco de estoque, primeiro preencha um frasco inativado de 30 ml com conhaque. Acrescente duas gotas do frasco da essência mãe. Feche bem e coloque a etiqueta com o nome da essência floral e Estoque.O frasco de estoque preparado desta maneira irá manter sua potência indefinidamente.

FRASCO DE TRATAMENTO

frasco de tratamento é o terceiro estágio na preparação dos florais de Bach e é dele que o paciente toma suas doses diárias.Depois de decidir o floral ou a combinação de duas ou três essências florais que o paciente necessita, coloque duas gotas do frasco de estoque do floral selecionado, ou duas gotas de cada uma das essências estoque escolhidas, em um frasco inativado de 30 ml. Preencha este frasco com água fria e um colher de chá de conhaque ou uma quantidade menor de álcool retificado (etanol obtido a partir de repetidas destilações. A concentração de etanol, neste caso, é de no mínimo 95%) para evitar que a água fique turva. Feche bem e coloque na etiqueta Tratamento.Uma loção com os mesmos florais de uso interno pode ser preparada da mesma maneira. Esta é novamente diluída para uso em compressas, estimulantes e para banhar as áreas afetadas: seis gotas em meio litro de água quente ou fria. Uma colher de chá desta loção em uma banheira de tamanho normal também é benéfico.

DOSAGEM

Do frasco de tratamento, o paciente toma quatro doses diárias – quatro gotas em uma colher de sopa de água ou suco de fruta, ao acordar, antes de dormir e duas vezes durante o dia antes das refeições.Para ter maior efeito, a dose deve permanecer na boca por um momento antes de ser engolida.Quando necessário, as doses podem ser dadas mais amiúde, a cada quinze minutos ou meia hora, e depois a cada hora até que o paciente se sinta mais calmo e sereno.Para aqueles que acham difícil tomar as doses nestes horários, dezesseis gotas do frasco de tratamento em meio copo de água pode ser preparado a cada manhã e tomado em pequenos goles durante o dia.”

 

Quer saber mais? Assista a uma aula de Julian Barnard sobre este tema:

 

 


Julian Barnard é fundador e diretor da Healingherbs, empresa inglesa que produz os florais de Bach. É também pesquisador, palestrante e autor de vários livros sobre o assunto, entre eles Remédios Florais de Bach – Forma e Função e Os Florais de Bach e os Padrões Inscritos na Água (ambos da Editora Blossom).

Deixe seu Comentário

Compare
Wishlist 0
Open Wishlist Page Continue Shopping